quarta-feira, setembro 12, 2007

"Southland Tales" - poster



O filme está finalmente concluído. O cartaz final é verdadeiramente maravilhoso, ilustrando toda a complexidade que deve perpassar pela película. E a sua estreia está agendada para 9 de Novembro.

19 Comments:

Blogger Luís Alves said...

ok, mas é impressão minha ou o elenco é do mais piroso e foleiro que há? the rock, stiffler a buffy.....brrrrrr

10:57 da manhã  
Blogger H. said...

O cast é, no mínimo, surpreendente ;)
(e o poster, humm, não o acho assim tão bonito!)

11:06 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Luís: Sobre o elenco tens toda, completa e absoluta razão...

Helena: Na minha humilde opinião, o cartaz é magnífico na justaposição dos temas que Kelly irá tentar trabalhar. Sim, porque um filme deste cineasta espalha suas ramificações muito para além de uma sala de Cinema (site oficial, por exemplo). E "Southland Tales" não foge à teia de complexidades.

Nada como dar um pulo à página oficial do filme (clicando na imagem do poster).

Mas apesar de todas as mudanças que o filme possa ter sofrido, reitero o meu maior pressentimento desde que ouvi falar deste projecto: sinto a aproximação de uma enorme desilusão.

12:59 da tarde  
Blogger Luís Alves said...

Eu também gosto muito do poster. Mas o richard kelly escolher este cast, deve ter sido obra dos produtores de certeza...veremos o que aí vem.

abraço:)

1:28 da tarde  
Blogger jamagonça said...

Ai que medo desse elenco!!!!!

2:28 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Luís: Convém não esquecer que o magnífico "Donnie Darko" contava com Patrick Swayze e Drew Barrymore no elenco. Contudo, o desempenho dos mesmos revelou-se adequadamente perfeito.

Não desejo com isto ignorar a mediocridade de nomes que o elenco de "Southland Tales" apresenta. Prevejo desilusão... mas...

Abraço!

Jamagonça: Sem dúvida! Medo... muito medo!

2:38 da tarde  
Blogger Ricardo said...

O trailer esteve anunciado para a primeira semana deste mês... e tal como o amigo Francisco prevejo uma desilusão.

Mas como também me acontece amiúde, são aqueles filmes para os quais vou com as expectativas mais perto do zero que muitas vezes me agradam mais. Não deixava de ser irónico ser essa a verdadeira intenção de Kelly! Ao invés de over-hype, usar o infra-hype como medida de marketing.

4:05 da tarde  
Blogger Cataclismo Cerebral said...

Gosto imenso do poster. O cast é que me deixa um bocado na dúvida. Não quero criar grandes expectativas, porque acho que me vou sair mal se o fizer. Infelizmente...

Abraço

4:50 da tarde  
Blogger Tulaunia said...

Correndo o risco de ser preconceituosa, o elenco dá-me um nó na barriga, mas tal como o Francisco disse, em Donnie Darko funcionou bem e não creio que Richard Kelly não exija menos que a perfeição. Tenho as espectativas altas.

5:29 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ricardo: Belíssima observação. Kelly manipula aqui matéria bastante volátil: mesclar ambição com complexidade só pode resultar em genialidade ou calamidade.

Cataclismo: Um elenco destes baixa as expectativas de forma abismal.

Abraço!

Tulaunia: Pelo menos, o filme irá ver a luz do dia. Bom ou mau... veremos...

5:34 da tarde  
Blogger Gonçalo Trindade said...

Eu continuo com expectativas bastante altas... o elenco não inspira confiança, mas rezo para que me surpreendam tanto quanto o Patrick Swayze e a Drew Barrymore o fizeram com "Donnie Darko". Enfim, veremos o que sairá daqui... Mas é como dizes, pelo menos o filme sempre vai ver a luz do dia (esperemos é que não seja para voltar logo a seguir novamente para a escuridão...). Concordo contigo: o poster está óptimo.

6:14 da tarde  
Anonymous jose quintela soares said...

Com esse elenco...vou pensar até à data da estreia....

2:22 da manhã  
Blogger wasted blues said...

Estou com a helena, não acho o poster nada bonito. Se fosse só a parte azul...

3:15 da manhã  
Anonymous JoaoMealha said...

Acho que com a excessão da Sarah Michelle Gellar todos os principais elementos do elenco têm capacidade de nos dar boas interpretações com o argumento e realizadores certos.

Acho que a escolha do mesmo não teve nada a ver com os produtores mas foi mais uma maneira do Richard Kelly fazer algo similar ao que o Quentin Tarantino faz.Enquanto que este último gosta de pegar em actores esquecidos e apagados e dar-lhes papéis que os transportem de novo para a ribalta, aqui o Richard Kelly decidiu dar determinados papéis a actores que não estão nada conotados com os mesmos e dessa maneira brincar um bocado com as expectativas do público.

No entanto...o "Southland Tales" também me "cheira" a desilusão como a todos vocês.Espero que não...

9:15 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Gonçalo: Haja filme :)

José: Eu já nem penso... deixo-me levar... :)

Wasted: É justamente essa parte inferior direita que impulsiona meu fascínio, vincando o abismo da montagem do cartaz como reflexo da temática que a premissa anuncia.

João: Partilho a tua opinião sobre os desígnios de Kelly. Mas as areias desse território são movediças... esperemos estar enganados, quanto à nossa previsão de desilusão.

9:34 da manhã  
Anonymous s3tup said...

Segundo o comentário de alguém que assistiu à antestreia en Cannes o filme pode ser um misto de desilusão e culto, estando estas duas ligadas por um enredo bastante confuso em que os 30 minutos iniciais têm de ser revistos antes de ver o resto do filme :?, não me sinto intimidado por essa questão, realmente o elenco é algo estranho mas a pensar bem de filmes "estranhos" nascem os tais cultos. Diz-se que Kelly perde a plateia ao logo do filme mas conhecendo os criticos e o pipoqueiro de domingo este tipo de afirmação pode ser natural... gostava de ver um pipoqueiro a dissertar o "the Fountain" (Como há ums anitos atrás num certo filme sobre um certo bosque assombrado por espiritos malignos e bébes que não deixam o ppl dormir na tenda,Comentário da Audiência - "#$$% gastei 600 Paus pa ber isto.. ) Há que esperar e ver. Abraço manituh!!

12:35 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Culto, para o bem ou para o mal, deve surgir daqui. Esperemos é que nos agrade o resultado deste desafio, pois Kelly escolheu um território bastante instável para trilhar.

Abraço Brotha!!

8:41 da manhã  
Blogger Paulo said...

A fraca recepção do filme em Cannes (especialmente os comentários que o davam como excessivo e demasiado ambicioso) serviu, curiosamente, para aumentar a minha curiosidade. Cheira-me a uma espécie de mistura entre Dr. Strangelove com 12 Monkeys. E cheira-me que me vou divertir imenso...

1:55 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Bela associação e tendo em conta a premissa... nada descabida :)

8:27 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter