terça-feira, setembro 04, 2007

Blog de um filme



Ensaio sobre a Cegueira”, um dos melhores romances do nosso José Saramago que será adaptado cinematograficamente pelo brasileiro Fernando Meirelles (“Cidade de Deus” e “The Constant Gardener”), ganhou um blog oficial, onde o próprio Meirelles como signatário, adopta uma linha bastante confessional. O romance é um retrato contundente da condição humana, mostrando-nos o desmoronar completo da sociedade que, por causa da cegueira, perde tudo aquilo que considera Civilização. Ao banir marcas de identificação espácio-temporal, Saramago faz do romance um espelho onde o leitor poderá mirar-se e reflectir sobre o seu papel, enquanto participante activo na construção da história da Humanidade. Existe igualmente uma supressão de identidade associada à cegueira que se espalha. Ao assumir que os nomes são desnecessários no relacionamento das personagens no hospício, fica implícita a trajectória que deveremos seguir, na descoberta (porventura dolorosa) do «eu» e do «outro».
Para conferirem o blog de “Blindness” (título oficial do filme), cliquem aqui.

9 Comments:

Blogger meldevespas said...

Não li o Ensaio sobre a Cegueira......
Mas gostei muito da Cidade de Deus, e do Fiel Jardineiro, e alguma coisa me diz que podemos esperar coisas muito boas deste Blindness.
Ainda por cima parece que tem a Julianne Moore, uma actriz que acho absolutamente maravilhosa.

3:21 da tarde  
Blogger Maria del Sol said...

Será certamente interessante ver a interpretação de Meirelles de um dos monumentos da língua portuguesa. Tive pena de não ter assistido, há dois anos atrás, no Teatro da Trindade, à encenação deste texto por João Brites com o grupo de teatro O Bando.

E a relação entre estes dois eventos conduz a uma questão: porque será que, em tantos casos, os cineastas não portugueses são os primeiros levar aos écrans obras da nossa literatura? Se a magreza dos orçamentos é uma realidade assim tão pungente, porque não investir no valor seguro de um texto com qualidade (e, na maioria das ocasiões, sucesso de vendas)?

Valham-nos oásis de divulgação da qualidade, como este blog :)

4:40 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Mel de Vespas: E também tem Gael García Bernal e a Sandra Oh.
Torna-se importante constatar o aumento do nível dos desafios aos quais Meirelles se propõe, a cada novo projecto.

Maria: O que eu desejava mesmo, era uma maior aposta em obras originais, que não dependessem de bases literárias. Pena que ninguém invista na qualidade (de ideias e talento) que abunda em algumas das nossas curtas-metragens.

5:28 da tarde  
Blogger Cataclismo Cerebral said...

Acredito no talento do realizador e do poderoso cast (onde se conta também com a Julianne Moore, Danny Glover e o Mark Ruffalo). Entretanto só nos resta ir salivando!

Abraço

5:46 da tarde  
Blogger Izzi said...

Comprei o Ensaio sobre a Cegueira ao acaso, pouco antes de saber que o iam adaptar ao cinema - nunca li nenhum livro de Saramago, mas há que tempos que andava atrás disso. Infelizmente ainda aqui está por abrir, mas quero lê-lo pelo menos antes do filme estrear. Parece-me um blogue interessante, vou segui-lo.
Quanto ao filme, tudo aponta para uma bela longa metragem - gostei muito do trabalho de Meirelles no seu último filme e elenco não podia ser melhor...a ver vamos :) Sabem para quando está programada a estreia??

7:56 da tarde  
Blogger Gonçalo Trindade said...

Adorei "Cidade de Deus", mas não gostei de "O Fiel Jardineiro" (e sei que aqui discordamos bastante, Francisco... e ainda bem, que de choques de opiniões entre cinéfilos resultam sempre interessantes discussões :)). Mas creio que (e tendo em conta a obra literária em questão) Meirelles poderá fazer sair daqui um filme magnífico. Ambição (e, estou ainda confiante, talento) não lhe falta.

10:48 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Cataclismo: Aguardemos então...

Abraço!

Izzi: Ainda não existe uma data de lançamento.

Gonçalo: Estou em pulgas para verificar o resultado deste desafio colossal.

11:19 da manhã  
Blogger Clayton said...

estou esperando esse filme, desde q soube, ansiosamente. Li o livro vendo as imagens como no cinema, cortes e tomadas etc e logo depois q terminei soube q seria adaptado, ainda mais pelo Meirelles, depois de saber do elenco então, Julianne Moore, estou vibrante.
Achei genial o blog, me senti perto deles todos.

6:06 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

É de um cariz confidente que nos envolve.

9:23 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter