quinta-feira, julho 28, 2005

"Please sir, I want some more."



A 30 de Setembro de 2005 estreia nos Estados Unidos o novo filme de Roman Polanski: “Oliver Twist”.

Polanski e o seu argumentista em “The Pianist”, Ronald Harwood, voltam a unir esforços para (re)adaptar o clássico conto de Charles Dickens. Trata-se da história de um jovem órfão, que se envolve com uma quadrilha de carteiristas na Londres do século 19.
Oliver Twist (Barney Clark) é abandonado numa idade precoce e forçado a viver com o odioso Mr. Bumble. Desesperado, mas cheio de determinação, Oliver decide escapulir-se para as ruas de Londres. Pobre e solitário, o pequeno é compelido para o mundo do crime pelo sinistro Fagin (Sir Ben Kingsley), líder de uma quadrilha de carteiristas. O amável Mr. Brownlow resgata-o e inicia-se uma série de aventuras que o encaminham para a promessa de uma vida melhor.
O realizador Roman Polanski, depois do menos conseguido “The Ninth Gate” em 1999, voltou em 2002 à sua melhor forma, vencendo inclusive o Oscar de «Melhor Realizador» com “The Pianist”. “Oliver Twist” é uma obra que aguardo ansioso, pois Polanski é um autor que admiro, tendo criado o claustrofóbico e mórbido “Repulsion” (1965), o paranóico “Rosemary’s Baby” (1968) e a sua Obra-Prima, o maravilhoso “Chinatown” (1974). Como venero estas obras e o soco emocional de “The Pianist”, imitarei Oliver Twist e colocarei as mãos em forma de pedinte, suplicando a Polanski: “Por favor senhor, queria mais”.

14 Comments:

Anonymous S0LO said...

Sinceramente, estou farto de ver adaptações e remakes do "Oliver Twist" :S!

Cumps. cinéfilos

8:29 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Também eu, mas que é que queres? É Polanski, logo a minha atenção é cativada.

Hasta.

9:49 da manhã  
Blogger brain-mixer said...

Eu nunca gostei muito destes "Oliver Twist's", enjoam e provocam-me comichão. Mas vindo de Polanski, depois de ver o Pianista, vou dar-lhe uma oportunidade.

10:24 da manhã  
Blogger André Batista said...

Bom artigo Francisco! Já há muito que queria saber um pouco mai sobre este projecto. PArece-me ser um caso de sucesso, pelo que vi no trailer. Vou ver o filme sem dúvida nenhuma. Polanski é um excelente realizador, e provou-nos isso a toda a força com o 'Pianista'. Abraço!

11:22 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

brain-mixer: Devemos dar sempre uma oportunidade a Polanski.

André: "The Pianist" é soberbo, mas "Chinatown" é a sua Obra-Prima. Abraço.

12:05 da tarde  
Blogger Ne-To said...

Deixem Polansky trabalhar ele sabe o que faz ;)

"ChinaTown" é uma obra-prima, uma obra absoluta, ou mesmo uma obra sublime. É possivelmente o melhor argumento alguma vez escrito.

Cumps

1:07 da tarde  
Blogger Coutinho77 said...

Aguardo ansioso também...
Polanski tem obras superiores, chinatown sem dúvida a de melhor efeito mas aquele delicioso "por favor não me mordam no pescoço" é um clássico que adoro rever.
Abraço!

2:38 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

ne-to: Fico feliz por encontrar alguém que tb é fã de "Chinatown" e admira a obra com o mesmo entusiasmo que demonstro.

Hasta!

coutinho77: Polanski é um senhor!

Abraço!

2:42 da tarde  
Anonymous André Batista said...

Olha Francisco só para dizer que já fui ver o 'Quarteto Fantástico' e que gostei, algo pouco original mas que nos entretem a 100/hora!!! Já escrevi a minha análise no meu blog!

7:13 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ok. Já vou dar uma espreitadela à análise, mas não verei o filme. Não desperta o meu interesse.

8:43 da tarde  
Blogger Gustavo H.R. said...

Nunca vi a qualquer adaptação de OLIVER TWIST para cinema. Esta de Polanski deverá ser a primeira. Com o mesmo time por trás de O PIANISTA, este deverá ser um belíssimo filme de se ver.

2:16 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Também partilho dessa crença.

7:58 da manhã  
Anonymous S0LO said...

Pois, por ser de Polanski talvez também lhe dê o benefício da dúvida...

Cumps. cinéfilos

1:20 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Dá-lhe.

9:05 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter