quinta-feira, julho 21, 2005

“24 Hour Party People” na TV



Numa semana para esquecer a nível de estreias cinematográficas, quem desejar bons filmes terá de recorrer à TV ou DVD.

Hoje pelas 24h a Sic Radical irá exibir “24 Hour Party People” de Michael Winterbottom.
Quando Tony Wilson (Steve Coogan), um repórter televisivo ambicioso mas sem sucesso, assiste a um concerto memorável de uma banda desconhecida, os Sex Pistols, convence a sua estação a transmitir uma actuação do grupo. Depressa outras bandas de Manchester começam a pedir-lhe os seus serviços. Wilson cria a lendária Factory Records e o Hacienda Club e novas bandas surgem para transformar a indústria musical para sempre.

"24 Hour Party People" é um filme inteligente e algo inventivo. As personagens são bem reais, e o filme não descamba no banal dramatismo, funcionando harmoniosamente num patamar sensível e como apaixonante retrato de indivíduos forjando uma nova cultura musical.
De Winterbottom também deverá ser (re)visitado "In This World" e "Jude".

9 Comments:

Blogger Ana Marques said...

Já estava para ver isso há muito tempo, mas parece que é desta. Ja ouvi falar tanto e tão bem do filme.

10:08 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Não percas a oportunidade.

10:32 da manhã  
Blogger André Batista said...

Não vou perder!!!

10:47 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Nice. :)

11:13 da manhã  
Blogger gonn1000 said...

Não achei nada de especial, acho que poderia ter ido mais longe. A ver, mesmo assim...

11:28 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Concordo em parte contigo. É um filme limitado, torna-se um pouco inacessível a quem não viveu aquela época.

Apesar de não ter vivido nessa época e considerar que o filme apenas será totalmente absorvido por quem viveu nesse período, apreciei a visão de Winterbottom.

Obrigatório.

11:53 da manhã  
Blogger Gustavo H.R. said...

Esse Sr. Winterbottom é um cineasta essencialmente eclético. Espero que ele faça projetos de maior amplitude para chegar ao grande público (não significando necessariamente a pasteurização de sua obra).

12:41 da manhã  
Anonymous Turat Bartoli said...

Foi o 1º dvd que comprei na minha vida.
É 1 apaixonante exercício de brittish non-sense inventivo, visionário, arrogante, genial, que desperta 1 mescla de sentimentos vinda de 1 provocação inteligente no modo como testa as nossas reacções sentimentais mais imprevisíveis e com alguma inquietação do ponto de vista existencial.

Baptismo de luxo!!!

2:20 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Gustavo: Também gostava de ver Winterbottom calcorreando outros trilhos, mas a sua visão agrada-me muitas vezes.

Turat: realmente, mas k belo baptismo. :)

9:28 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter