terça-feira, julho 31, 2007

Lágrimas e Suspiros


(14/07/1918 – 30/07/2007)

A morte nunca efectua um Xeque-Mate definitivo em seres como Ingmar Bergman. A sua obra confere-lhe um estatuto imortal.

7 Comments:

Blogger refugee said...

Conheço pouco da sua obra. Vi o Saraband e é um filme um pouco estranho.

12:07 da tarde  
Blogger Criswell said...

E hoje foi a vez de Michelangelo Antonioni :|

12:13 da tarde  
Blogger curse of millhaven said...

infelizmente sou uma ignorante no que toca à obra de ingmar bergman. mas toda a perda é de facto triste...

2:25 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Refugee: Tenta descobrir "Persona", "O Sétimo Selo", "Lágrimas e Suspiros", "Morangos Silvestres"... por exemplo.

Criswell: Soube da notícia há pouco pela agência Lusa... Paz à sua Alma.

Curse: Tenta experimentar "Persona"...

2:42 da tarde  
Blogger wasted blues said...

Ainda me falta ver muitos filmes da sua imensa obra, mas todos os que vi até agora são grandes filmes, grandes! 'Persona', claro, continua no topo... magistral, no mínimo.

3:29 da tarde  
Blogger H. said...

É isso...

5:56 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Wasted: Filme de Altar. Um daqueles que amplia nossa percepção do que realmente representa o Cinema.

Helena: Paz à sua alma.

9:51 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter