quarta-feira, outubro 18, 2006

O que é demais… é moléstia



Em 1956, o mestre Don Siegel ofertava à Sétima Arte um dos melhores filmes B de sempre: “Invasion of the Body Snatchers”. O filme mostra a insidiosa invasão de seres alienígenas na cidade de Santa Mira (California), dispostos a tudo para controlar a humanidade. Sementes vindas do espaço fazem gerar estranhas plantas que servem como hospedeiros para cópias humanas e o objectivo dos extraterrestres é criar uma sociedade onde todos são iguais e desprovidos de sentimentos como amor, desejo, ambição e fé. Depois de dois remakes, um de 1978 a cargo de Philip Kaufman que também gerou culto e outro de 1993 a cargo de Abel Ferrara que foi um autêntico fiasco, a obra de Siegel prepara-se para ser refilmada por Oliver Hirschbiegel ("Der Untergang"), sob o título “The Invasion”. Na nova versão, Nicole Kidman e Daniel Craig farão parte do elenco e desta feita a protagonista será feminina.

A obra de Siegel é um dos meus Filmes de Altar e custa imenso verificar a carência de originalidade hollywoodesca a recorrer vezes sem conta a este filme de culto. Legítimo herdeiro do expressionismo, a película chegou a marcar uma época pela alegoria da perda de autonomia pessoal sob a alçada comunista: uma das máximas temáticas dos filmes de Ficção Científica da década de 50.

11 Comments:

Blogger superstar said...

good picture

10:56 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Nostalgic.

11:00 da manhã  
Blogger brain-mixer said...

Quarto remake??
NÃO SERÁ O REMAKE DO REMAKE DO REMAKE?? LOL

(Apesar de todos eles, nunmca vi nenhum... Pode ser que com este NOVO remake conheça esta história. - Olha! Deve ser por isso que se fartam de fazer remakes! Eu vou ver o mais recente! :P)

2:47 da tarde  
Blogger Hugo Alves said...

As ideias faliram prós lados da Madeira Santa?

3:36 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Edgar: Por amor do bom gosto cinéfilo, VÊ o original do mestre Siegel.

Hugo: Há sempre excepções à regra, mas esta é uma triste realidade.

4:56 da tarde  
Blogger joseo said...

é realmente um filme fabuloso, o uso do «scop» é de um virtuosismo sem par na ficção cientifica...

5:08 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Incontornavelmente, um dos mais influentes.

5:29 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

If it ain't broke, don't fix it!

Esta malta já devia ter aprendido... ainda este ano o remake do filme The Wicker Man com o Nicholas Cage foi um autêntico fiasco.

5:37 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Se todos os remakes fossem como o recente "Dawn of the Dead" do Snyder... por exemplo...

7:06 da tarde  
Blogger RPM said...

Olá amigo!

como estás e desejo-te tudo de bom.

quanto a este texto é uma notória 'falta de ideias', penso que escreveste assim...

remakes, mais remakes e depois a questão comercial...O ano de 2006 continua como um ano de adaptações de BD...o ano 2007 vai ser de adaptações de....

claro. Poderás dizer! Rui, mas agora os tempos são outros e adaptar com a tecnologia do séc. XXI é interessante...mas, um clássico será....

POr exemplo, o Fugitivo...

abraço de amizade

RPM

11:21 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Um clássico será sempre um clássico.
Mas por vezes, surge o caso de um jovem cineasta a surpreender o autor original (como Snyder a Romero).

Abraço amigo!

9:32 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter