terça-feira, julho 25, 2006

Nightmare 3D

A Disney anda envolvida no tratamento 3D do clássico de Tim Burton, “The Nightmare Before Christmas” e planeia estreá-lo em Outubro, num reduzido número de salas com suporte 3D. O meu objectivo não é constatar a febre 3D que aparenta assomar pessoal envolvido na Sétima Arte de dez em dez anos desde a década de 50, nem demonstrar a evolução deste processo digital na última metade de século. O que me perturba é o facto da Disney ter um efeito oposto ao Toque de Midas, pois ultimamente o resultado qualitativo dos seus projectos é execrável.

Analisemos apenas este cartaz publicitário. Ninguém… acreditem, ninguém envolvido no filme original de Burton criava algo tão horrível. Além da patética felicidade estampada nas personagens, tão atípica nas criações de Burton, existe algo que se torna revoltante. Reparem na posição da mão de Sally, na direcção do seu olhar, na expressão divertida de Jack e no voyeurismo do travesso Shock. O gracejo genital é por demais evidente. A Disney suporta um vasto historial de piadas sexuais vertidas pelas suas criações – sendo um exemplo-mor o filme “The Little Mermaid” –, mas transportarem isso para um filme autoral de outrem é no mínimo afrontoso.

30 Comments:

Blogger Criswell said...

Isso é hilariante! O pormenosr que tu foste encontrar ó Francisco :P EHEH

10:58 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Aprecio imenso clássicos da Disney, mas os últimos anos têm sido deprimentes. Além do encerramento do seu departamento de animação tradicional, constatar como estas chalaças sexuais passam de geração para geração de animadores começa a fartar.

Apesar de até conseguir encarar o novo processo digital 3D como uma proposta de visionamento bem interessante, vejo o tratamento deste clássico do Burton como uma forma de aproveitar a histeria de miúdas anafadas com malas do Jack, que se tornam góticas da noite para o dia a ouvir Evanescence e afins.

11:25 da manhã  
Blogger Thanatos said...

Francisco mas tendo em conta que o Burton já foi "da casa" se calhar eles até se acham no direito de fazer destes cartazes. Além de que quase certamente ele foi aprovado superiormente. :-)

1:03 da tarde  
Blogger Dora said...

Chiquito, já ouviste falar num filme, não me recordo do nome mas vi o trailer e fiquei boquiaberta, com o Keanu Reeves, o Robert Downey Jr...mas uma cena tipo banda desenhada, não te sei explicar...
Uma cena super bem feita, uma técnica que eu nunca tinha visto...demais demais.

1:08 da tarde  
Blogger Thanatos said...

A Scanner Darkly... toda a gente anda a falar disso Dora. O IGN até tem os primeiros 24 minutos do filme em exclusivo.

1:24 da tarde  
Blogger Thanatos said...

Ahhh e a tal técnica chama-se rotoscoping e até o Ralph Bakshi já a usava nos anos 70 na sua versão do Senhor dos Anéis. (Aposto que não sabias que o Senhor dos Anéis já tinha sido filmado antes das versões do Jackson ;-))

1:26 da tarde  
Blogger magnolias_forever said...

isto é mesmo a sério?!.. faz-me lembrar o cartaz do scarymovie..aaarrghhhh...que terror!

1:49 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Thanatos: Aprovado pelo Burton? Nem pensar. Além da mediocridade patente na sua concepção, a animosidade do autor com os actuais cabecilhas é pública.

1:51 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Dora: O Thanatos respondeu à tua curiosidade.

De referir apenas que esta técnica (Rotoscopia) tem um péssimo exemplo na alusão do Thanatos ao filme do Bakshi. A fraca manipulação desta técnica nesse filme, transforma o seu visionamento num momento escabroso. Na saga "Star Wars" podes constatar o uso da Rotoscopia tradicional na criação dos sabres de luz.

Por último, é sempre de bom tom referir que o realizador deste recente "A Scanner Darkly" (Richard Linklater) já manipulou esta técnica de animação no seu filme de 2001, "Waking Life".

1:52 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

magnolias_forever: É uma real constatação de horror conceptual.

1:53 da tarde  
Blogger Thanatos said...

Aiii Francisco que novamente andamos de candeias às avessas! Então não gostas do filme do Bakshi? Concordo que visto hoje em dia é simplesmente horrível mas... recordo-me de o ter visto em estreia no saudoso S. Jorge, na sala 3 mais precisamente, com um poster simplesmente épico (e que nada tinha a ver com a animação ao longo do filme) e de assim que terminou a sessão ter corrido de volta à bilheteira para repetir a experiência. Outros tempos, outras inocências...

2:00 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

:)

Não me referia ao filme em si, apesar de não o estimar tanto quanto tu. Referia-me ao péssimo exemplo de manipulação rotoscópica que Bakshi perpetrou nesse filme. Não existiu qualquer habilidade para suprimir/esbater a agitação de linhas na transposição de fotograma para fotograma.

Quanto ao cartaz do filme da década de 70... é realmente memorável e até imponente.

2:14 da tarde  
Blogger wasted blues said...

O meu comentário está no poster: scary!!!

Não têm criado nada de sensacional nos últimos anos e ainda mexem no que está perfeito?

3:20 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ora nem mais.

3:23 da tarde  
Blogger Dora said...

Peço desculpa por não ser cromita como vocês os dois!!! (isto no bom sentido, claro!).
Eu nunca tinha visto e fiquei parva...

thanatos: não sou fan do Sr dos Anéis. Não sou fan do fantástico. Mas sei reconhecer a obra prima, pronto.

E então quando estreia este filme?

5:02 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

O filme "A Scanner Darkly" estreia em Portugal a 7 de Setembro.

5:24 da tarde  
Blogger Thanatos said...

A Dora não estaria a perguntar pelo Nightmare em 3D?

5:29 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Esse ainda não tem data de estreia nacional, mas mesmo que chegue cá, diminuto será o número de salas para acolher o 3-D em toda a sua glória.

Se cópias atravessarem o Atlântico, talvez marque presença no Multimax da Batalha.

5:45 da tarde  
Blogger Thanatos said...

A mim que já uso óculos isto dos 3D passa-me um bocado ao lado. Torna-se desconfortável meter outro par de óculos em cima destes e além disso das poucas experiências que tenho com o 3D sempre me pareceu um bocado artificial para o meu gosto. Eu queria mesmo era hologramas. :-D

5:54 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Tipo concerto de Gorillaz. :)

6:17 da tarde  
Blogger RPM said...

ola meu amigo Francisco....

em roma com amizade e com muito calor e humidade

abraco de amizade

desculpa os erros, mas teclado que fala a -topo gigio- ....

RPM

9:26 da tarde  
Blogger AnaGarrett said...

Um pormenor bastante bem apanhado. Não me tinha apercebido. É incrivel.

11:34 da tarde  
Blogger Dora said...

Estou-me a referir ao filme com o Keanu e o Downey Jr...é capaz de ser isso, "Scanner Darkly".
Mas é óbvio que ele nem sequer aterra aqui em Santarém.

12:30 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Rui: Bom olhos vejam a tua escrita. Que tudo corra pelo melhor nessa bela cidade.

Abraço amigo!

Ana Garret: É um historial que habita muitas criações da Disney. Agora... macularem o que não foi gerado por eles... é incrível.

Dora: De qualquer forma, respondi a ambos. :)

9:37 da manhã  
Blogger André Carita said...

já não há paxorra...
já não chega o lixo que por aí anda e ainda vão estragar o que está perfeito!

um abraço!

12:39 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Macular à desgarrada (num mero poster) uma Obra-Prima da animação.

Abraço!

12:46 da tarde  
Blogger Moonlight Spell said...

Reparei abocado que o meu filme preferido ia voltar aos cinemas... apesar d achar k o poster desta versão nada tem haver com o filme (ou com o poster original de 1993 k mantenho religiosamente no meu quarto) pensei «o filme é o mesmo. Estará, com certeza, algo alterado. Mas... o Nightmare Before Christmas de 93 sempre será «O» filme e uma experiência, boa ou má, com este filme não será prejudicial à sua beleza». Portanto, pensem neste filme como uma cover de uma música lindíssima.
Vou esperar para o ver numa sala d cinema (nunca o pude fazer com o original) e aí formar uma opinião. Por enquanto limito-m a constactar que o poster é mediocre. A Disney está numa fase de decadência extrema mas como o próprio Tim Burton disse apenas fecharam a parte de animação clássica porque a pixar tinha sucesso com outro tipo de filmes mas quando surgir um bom filme de animação clássica vão todos dizer «Era mesmo isto que deviamos estar a fzer!!» Enfim... modas! E por falar em modas... quanto aquele comentario das miudas anafadas... há miudas e miudas, parem de por tudo no mesmo saco! E quanto aos Evanescence... assassinaram a minha música preferida do Mozart no disco k vai sair errr (Espero k a Disney não faça o mesmo com o meu filme preferido)

11:09 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ultimamente, a Disney tem maculado tudo aquilo em que toca. Esperemos que mudem de rumo muito em breve.

11:18 da manhã  
Blogger Bullet said...

Acho que vão conseguir estragar o filme todo.Enfim.A Disney já não é o que era ah muitoooooooooooo tempo.

3:07 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Concordo.

3:18 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter