segunda-feira, julho 17, 2006

Filme mais aguardado do ano

Percebem melhor a razão pela qual os restantes filmes a estrear este ano passam para um plano completamente secundário, por estas bandas? Se Kong é a oitava maravilha do mundo, este poster representa a nona. Estarei a exagerar? Olhem que não… olhem que não…

16 Comments:

Blogger RPM said...

olá camarada Amigo! Bom dia...

mas este The Fountain é um filme da 5ª dimensão?feliz dia para ti e cuidado com o calor...aqui estamos melhor. 28 graus, 25 de água de mar e 80% de humidade.....

um abraço grande e cumprimentos á Ninfa

RPM

8:58 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

As expectativas são tremendamente elevadas... a cada boa-nova a fasquia sobe e sobe e sobe...

Enorme Abraço!

9:07 da manhã  
Blogger Mário Lopes said...

Também tenho expectativas bem elevadas para este filme :)! Espero não me desiludir.

Abraço

Mário Lopes
http://lordofthemovies.blog-city.com

1:07 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Nunca mais estreia...

3:45 da tarde  
Blogger brain-mixer said...

Desculpa fazer um post igual ao teu, mas este The Fountain é para mim (e para ti) um dos filmes mais aguardados do ano... Conheces o meu ponto de vista em relação a ele, por isso sabes que não podia deixar de passar em branco ;)

3:46 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Digamos que tanto é um filme Pasmos como um filme Brain.

5:57 da tarde  
Blogger H. said...

Muito Bom o poster... e o pormenor do ano... Excelente!

7:32 da tarde  
Blogger Isa said...

Fico expectante.

Parabéns a João Nicolau...das curtas...

Bjs

8:30 da tarde  
Blogger Knoxville said...

We wait, we wait. Poster do camandro. Do melhor que se viu ultimamente. Mas Jackman... não sei.

12:39 da manhã  
Blogger wasted blues said...

Também será um filme 'wasted'... mais uma na lista dos ansiosos ;)

6:20 da manhã  
Blogger RPM said...

bom dia meu amigo Francisco....

um grande abraço

RPM

9:09 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Helena: Exactamente... detalhadamente perfeito!

Isa: Parabéns ao João.

Knoxville: Acredito num Jackman em grande.

Wasted Blues: Somos um grupo valoroso.

Rui: Bom dia.
Abraço amigo!

9:47 da manhã  
Blogger André Carita said...

Francisco, as minhas expectativas têm vindo a subir ao longo dos meses, e de facto este poster é algo sublime!

Aproveito para te convidar a visitar o meu novo blog!
http://pensarvideojogos.blogspot.com

Um abraço!

6:01 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Já lá irei.

Abraço!

6:30 da tarde  
Blogger Miguel Galrinho said...

Sem dúvida que será um filme sublime! Só espero isso!

Já agora, tens acompanhado as críticas ao Lady in the Water? Sinceramente, penso que a crítica norte-americana está a ir longe demais, ainda que já se esperasse que a recepção fosse inferior à do The Village. Aliás, o Shyamalan já tinha dito que não quer saber da crítica para nada e que ia fazer um filme absolutamente pessoal. Como é óbvio não vi o filme, e até pode ser mau, mas nem é disso que se trata. A crítica americana limita-se a mandar bocas idiotas sobre o realizador como se estivessem revoltados com alguma coisa que não se percebe bem o quê. Aqui ficam alguns excertos:

"Has M. Night Shyamalan lost his goddamn mind? That's the only logical excuse for Lady in the Water, the Philly-based writer/director/egomaniac's convulsive seizure of narcissism that's so nakedly personal—and also so unintentionally, hilariously revealing—watching the movie feels a bit like walking in on your roommate while he's masturbating … to a picture of himself."

"Shyamalan is mystically assuming that any idea or image that pops into his skull will make a shapely tale, no matter how much cock-and-bull logic he has to invent to Gorilla Glue it together."

"Hollywood cannot pollute the ozone with anything more idiotic, contrived, amateurish or sub-mental than Lady in the Water."

1:20 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Deixa-me que te coloque a par da atenção que dedico à crítica. Sei perfeitamente do quão enxovalhado Shyamalan tem sido neste último filme, mas uma crítica apenas deverá ter valor quando consistentemente argumentada e com todas as suas vertentes bem defendidas.

80% do que li foram vozearias de matilhas que não sustentam um décimo do que expelem. Se me guiasse pela crítica americana a Shyamalan... ainda hoje não tinha visto um único filme do homem... pois são todos denegridos sem pudor.

Realmente só posso dar ênfase ao que dizes: o combate parece algo individual. Acho que foi atingido o limite do tolerável, pois à falta de melhores argumentos utilizam-se lamentáveis linhas de crítica como: «...watching the movie feels a bit like walking in on your roommate while he's masturbating … to a picture of himself».

Triste!
Como é possível estas pessoas serem pagas para escreverem sobre uma matéria que não dominam... mas chafurdam.

10:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter