quarta-feira, julho 19, 2006

“The Spirit” – o filme

Seis décadas após a sua criação, uma das BD’s mais influentes de sempre, “The Spirit” de Will Eisner, irá ser adaptada cinematograficamente. O trabalho de antologia de Eisner encontrava-se inserido no suplemento dominical de um jornal da década de 40, com apenas sete páginas semanais. Mais que um super-herói, “The Spirit” é o ponto de partida para uma série de contos sobre os problemas e as idiossincrasias do homem médio. “The Spirit” segue a história de Denny Colt, um criminologista que todos julgaram morto e que se aproveitou disso para combater o crime a partir da sua base de trabalho… um cemitério.

Para comandar o projecto foi escalado Frank Miller. Tendo em conta o relacionamento especial que o autor de “Sin City” e Eisner possuíam, imortalizado nas páginas do fascinante livro lançado no ano passado, “Eisner/Miller”, o empolgamento torna-se colossal.

17 Comments:

Blogger RPM said...

oá meu amigo Francisco...

pois é. o mundo da BD dificilmente sairá de Hollywood....

um outro herói a entrar na fita com fotogramas e uns buraquinhos, a delimitar as margens, ao longo de 100/200 metros.....ou mais.

já agora, quantos metros de película comporta um filem com 180 minutos?

Um abraço grande e tu, de certeza sabes, a resposta. Eu, nunca o imaginei senão agora e lancei o número...

beijo à Ninfa e abraço ao FM

feliz dia para ti

RPM

10:00 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Depende... por exemplo, uma película de 16mm a preto e branco com 30 metros, armazena aproximadamente 3 minutos...

Mas agora existe o formato digital... para facilitar economicamente e fisicamente.

Quanto à adaptação de uma das melhores BD's de sempre... se Miller se apodera do leme... então contem com a minha atenção.

Abraço caro amigo!

10:23 da manhã  
Blogger brain-mixer said...

Se sair algo tipo V for vendetta, então temos filme!

11:29 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Estou à espera de algo melhor.
A BD de Eisner é excelente e Miller é um génio desta forma de Arte sequencial com lampejos cinemáticos.

11:57 da manhã  
Blogger RPM said...

possa!

se 3 minutos ---- 30 metros
180 minutos ---- X

X = (180 x 30)/3 =

X = 5400/3 =

X = 1800 metros

Possa!!! 1.800 metros de fita.....

tanta fita.....com quadradinhos...

e usei a regra mais simples do mundo. Como se chama, Francisco?

abraço de amizade

RPM

12:52 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

É a "Regra de Três Simples".

Mas ó Rui... estou a ser testado é? ;)

Forte abraço!

1:27 da tarde  
Blogger Criswell said...

Isto parece aquele programa da TV onde se ganha dinheiro por responder a questões banais. O "Desprevenidos" (acho que é isso..) :P Quanto à adaptação, tenho a mesma opinião do Edgar. Acho que "V for Vendetta" foi uma das melhores adaptações de uma BD para os cinemams, e se esta tiver a mesma qualidade, já não é nada mau :D

2:40 da tarde  
Blogger RPM said...

lololoololoolol

meu camarada Amigo...

estou a bisbilhotar o teu blogue para ver o Pirata das Caraíbas...

tu testado?

Não!!!!

Já vi, por estes dias todos de conversa contigo que ÉS:
5 estrelas,
5 stars,
5 étoiles,
5 estrellas,
5 pim-pim pim-pim,
(...)
mais algum idioma?

abraço grande e obrigado por seres amigo

RPM
um abração grande....

3:10 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Criswell: "The Spirit" é superior a "V for Vendetta" no seu formato BD. Se o nível se mantiver na transposição para o Grande Ecrã, então temos filme.

Repito: com Miller no comando, tenho fé.

Rui: Sou um confesso admirador do primeiro "Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl". Perfeito blockbuster de Verão, com substância consistente e excelentes interpretações... não só do excelso Depp, como também do maravilhoso Geoffrey Rush, sublime naquela morte perto do fim.

Quanto ao segundo filme... duvido que me encante tanto ou que atinja o nível do primeiro. Vejo a continuação desta saga como um aproveitamento manhoso do sucesso do primeiro filme.

Mas também... verdade seja dita... para (re)ver o capitão Jack Sparrow, contem comigo na sala. Só a magnífica criação do Depp, já vale bem o preço do ingresso.

Abraço amigo!

4:18 da tarde  
Blogger Criswell said...

Quanto ao Rui, começo a duvidar do que ele queira de ti pá :P

5:14 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Cuidado com os comentários trapaceiros e pueris... não os tolero, nem tenho de tolerar! Não admito que coloquem em causa a probidade de outrem.

Ficas avisado... e não existirá um segundo aviso.

5:48 da tarde  
Blogger RPM said...

óh Francisco....

já estou preocupado...esse indivíduo está doente ou me quer fazer doente....

óh páh...desculpa-me que estou sem jeito com o que li atrás.....

mas que coisa!

desculpa-me. o indivíduo est+a mesmo doente. só pode ser.

vou alterar os comentários, mais uma vez, por causa de gente tonta e estúpida e sem crescimento intelectual.

desculpa, amigo

RPM

9:21 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Abraço amigo!

10:21 da tarde  
Blogger André Carita said...

Daqui só pode sair coisa boa... e as adaptações de BD a filme estão cada vez melhor... não não falo de fantastic 4 mas sim de Sin City, Spider-Man, V, entre muitos outros!
Um abraço Francisco!

12:41 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Perfeitamente de acordo.

Abraço!

9:50 da manhã  
Blogger RPM said...

oh....que pena!

hoje não há texto???

um abraço de amizade!!!!!

RPM

12:13 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Então não há? Olha carrega lá na tecla refresh do teu browser.

Abraço!

12:19 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter