terça-feira, maio 09, 2006

Something extraordinary will surface



Eis que emerge à superfície o novo trailer para o aguardado “Lady in the Water”, o mais recente projecto do jovem autor de culto M. Night Shyamalan. Como nutriente para os seus detractores, Shyamalan volta a administrar um cameo e verdade seja dita, o teaser era infinitamente superior (um dos melhores de sempre), perfeitamente imbuído na tagline: «A Bedtime Story». Mesmo assim, o trailer agrada-me pelo entranhado e intocável requinte Shyamaliano, criando tensão insuportável na área exígua de um simples fotograma. O filme é sobre o vigilante de um prédio chamado Cleveland Heep (Paul Giamatti), que encontra uma rapariga chamada Story (Bryce Dallas Howard) escondida sob a piscina do edifício. Cleveland descobre que Story é uma Narf (criatura dos contos-de-fadas semelhante a uma Ninfa), que é perseguida por temíveis criaturas determinadas a impedi-la de regressar ao seu mundo. Cliquem na imagem acima exposta para acederem ao respectivo trailer.

Esta ligeira amostra do labor de Christopher Doyle, confirma tudo o que esperava deste sublime director fotográfico: EXCELÊNCIA!

22 Comments:

Blogger André Batista said...

Poderoso! E lembra-te Francisco, que "Lady in the Water" já tem data de estreia marcada para Portugal : 28 de Setembro. Cumps. :D

2:38 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Eu sei, eu sei... mas todos sabemos como funcionam essas datas no nosso país... digamos que são demasiado voláteis...

Cumprimentos.

8:14 da manhã  
Blogger nuno said...

boas francisco!

o giamatti seria o perfeito Homer Simpson em carne e osso;) está na restrita elite de grandes actores!

a bryce dallas howard agradou-me no manderlay.

o doyle, claro, impressionante o que fez ao lado de wong kar wai.

cumps.

9:50 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Boas Nuno!

Certo dia já havia referido essa apreciação sobre o Giamatti... grande Homer Simpson! :)

Sobre Doyle, digamos que o considero pura e simplesmente um dos melhores de sempre.

Cumprimentos

10:07 da manhã  
Blogger gonn1000 said...

Se estiver ao nível d'"A Vila", será um dos melhores do ano :)

11:18 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Ora lá está uma verdade irrefutável.

12:46 da tarde  
Blogger membio said...

este realizador consegue sempre cativar o pessoal, estamos tramados com a nossa carteira, té lé isto hein! :)

2:15 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Com este não dou o meu dinheiro por mal empregue.

8:02 da tarde  
Blogger Miguel Galrinho said...

Também vou escrever algo sobre o trailer, ,mas deixo já aqui uma nota. A sensação que fica é de um misto de desilusão e expectativa: desilusão porque o trailer vende o filme como um filme de terror desegunda categoria, com aquelas câmaras aceleradas aos saltos e a voz-off banalíssima; expectativa porque, por um lado, certas imagens e enquadramentos revelam que está ali presente o génio de Shyamalan e podem-se antever cenas brilhantes de alguns daqueles planos, por outro lado, já o mesmo tinha acontecido com o trailer de A Vila, e o filme foi sublime.

Já agora, ainda bem que adoraste o New World. Como grande fã de Malick, também gostava que tivesse sentido o mesmo que tu a ver o filme. Talvez num revisionamento venha a gostar mais, mas o que é certo é que lhe encontrei várias falhas narrativas (que explicitei na minha crítica ao filme e que nada têm a ver com a comum crítica da narrativa andar de forma lenta) que, de alguma forma, me fizeram sentir distante das suas personagens, impedindo o impacto dramático que senti, por exemplo, com o Thin Red Line.

Cumprimentos e espero que outro realizador que adoro - Shyamalan, claro - não me desiluda com Lady in the Water como aconteceu com o Malick e o New World.

8:08 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ora lá está... a enfadonha voz-off foi incluída por imperativos da moviefone e afins, mas este impacto assustador é exactamente o mesmo evidenciado no trailer de "The Village". O que mais achei engraçado, foi o facto desta «Bedtime Story» ter feito com que os filhotes de Shyamalan chorassem... ah grande contador de histórias! Porquê tanta adoração? Porque sempre me agradou esta vibração creepy dos contos infantis, tão bem explorada pelos Grimm e quem sabe pelo próximo de Del Toro: "El Laberinto del Fauno".

Quanto ao "The New World", compreendo-te perfeitamente e admito que fiquei receoso de me desiludir, mas fui arrebatado. "The Thin Red Line", "Days of Heavens" e "Badlands" são igualmente portentosos à sua maneira, mas este "The New World" (apesar das adulterações que a produtora impingiu) sublinha o génio cinematográfico intocável de Sparky.

Cumprimentos Miguel.

9:11 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ora lá está... a enfadonha voz-off foi incluída por imperativos da moviefone e afins, mas este impacto assustador é exactamente o mesmo evidenciado no trailer de "The Village". O que mais achei engraçado, foi o facto desta «Bedtime Story» ter feito com que os filhotes de Shyamalan chorassem... ah grande contador de histórias! Porquê tanta adoração? Porque sempre me agradou esta vibração creepy dos contos infantis, tão bem explorada pelos Grimm e quem sabe pelo próximo de Del Toro: "El Laberinto del Fauno".

Quanto ao "The New World", compreendo-te perfeitamente e admito que fiquei receoso de me desiludir, mas fui arrebatado. "The Thin Red Line", "Days of Heavens" e "Badlands" são igualmente portentosos à sua maneira, mas este "The New World" (apesar das adulterações que a produtora impingiu) sublinha o génio cinematográfico intocável de Sparky.

Cumprimentos Miguel.

9:12 da tarde  
Blogger miguel said...

este trailer deixou-me um tanto desmotivado. o teaser era bem melhor. mesmo assim, estou com fé que seja um bom filme. não estou à espera de nenhum "signs", mas pode ser que saia dali qualquer coisa de especial. um abraço!

10:10 da tarde  
Blogger André Batista said...

E a tagline foi às urtigas :P

10:23 da tarde  
Blogger wasted blues said...

Também preferi o teaser do Lady in the Water!

E o novo trailer da Marie-Antoinette, já viste? Passa lá pelo wasted ;)

10:35 da tarde  
Blogger RPM said...

boa noite Francisco....

já usei o blogue do André e têm, ambos, a informação em dia....o tema hoje é, coincidente...

vi o Breakfast on Pluto, 50 estrelas....gostei muito.....muto mesmo

Abraço

RPM

1:37 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Miguel: Pois cá para estes lados o entusiasmo continua altíssimo.
Abraço!

André: Porquê? As Bedtime Story's com elementos arrepiantes são as minhas predilectas. Por essa razão tenho os Grimm em tão elevada estima.

Wasted Blues: Sinceramente "Marie-Antoinette" não é uma obra que aguardo impacientemente.

Rui: Aqui neste espaço o tema data de Terça-Feira... não é de Quarta. ;)

9:27 da manhã  
Blogger brain-mixer said...

Mas... Mas... É um filme familiar ou de terror?? Agora fiquei confuso!

2:35 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

A resposta é simples e pode ser formulada com uma outra pergunta: Um conto dos irmãos Grimm é familiar ou de terror?

3:55 da tarde  
Blogger RPM said...

mea-culpa.....

como me fidelizei ao teu blogue, do André Batista e do Mário Lopes, eu leio e não registo a data....

um abraço

RPM

7:07 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Sem problemas, caro colega. :)

Abraço!

8:02 da tarde  
Blogger brain-mixer said...

Pois tens razão ;)
Não há nada melhor do que um contozinho assustador para entusiasmar uma criança à beira de adormecer...

10:08 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Quem tem medo do papão, quem é?... :P

Além disso, tal como defendia ironicamente o excelente "Monsters, Inc.", as crianças já não se assustam tão facilmente.

2:11 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter