sexta-feira, março 17, 2006

Adrian Lyne - o novo projecto



Adrian Lyne, o autor de um dos meus filmes de culto (o hipnótico “Jacob’s Ladder”), volta a liderar um projecto quatro anos após o mediano “Unfaithful”. O novo filme intitula-se “Two Minutes to Midnight” e lida com as temáticas predilectas do controverso cineasta: adultérios e casais em provação. A história, que começará a ser rodada a meio do ano, segue um advogado especializado em divórcios, que terá de se suicidar até à meia-noite, caso contrário a sua mulher será assassinada. Ainda não existem muitas mais confirmações, apenas rumores sobre uma possível inclusão de Tom Cruise como protagonista.

9 Comments:

Blogger Mário Lopes said...

Hum...já vi alguns filmes deste realizador, mas infelizmente o "Jacob's Ladder" não foi um deles. Ainda assim, irei seguir atentamente este projecto.

Abraço

Mário Lopes
http://lordofthemovies.blog-city.com

2:39 da tarde  
Blogger Mem Gimel said...

Passei para um abraço.

E viva Portugal. :)

Até segunda...

6:32 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Mário Lopes: Recomendo-te vivamente "Jacob's Ladder", é um retrato hipnóticamente aterrador da vida citadina, num ambiente que mescla fantasia, sonho e realidade.
Abraço!

Mem Gimel: Abraço recíproco.

Que as ervas daninhas deste canteiro sejam arrancadas pela raíz.

Obrigado pela visita e... vemo-nos no sítio do costume...

7:04 da tarde  
Blogger brain-mixer said...

"Adultérios e casais em provação"? Epá, este gajo parece que faz sempre a mesma coisa... A temática é igual de um filme para outro? Basta repararem na sua filmografia.

Por mim, está OUT!!

5:09 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Já ouviste falar em cinema de autor?... :P

11:11 da tarde  
Blogger brain-mixer said...

Yeps, mas por mim isso não é justificação para que se façam sempre bons filmes! Olha, eu não consigo gostar :S Tenho pena... :P

10:45 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Gostar ou detestar depende da sensibilidade individual, mas repetir temáticas não significa que o homem ande sem ideias. ;)
A exploração de determinada matéria pode ser efectuada em diversos ângulos e isso é o que Lyne e outros autores têm realizado ao longo da sua carreira.

11:06 da manhã  
Blogger Pedro_Ginja said...

POis é para mim, também não me convence.

O "Jacob´s Ladder", realmente não conheço.
Mas os ultímos trabalhos dele não abonam muito em favor dele.

Já que falas tão bem desse filme vou tentar saber mais um pouco sobre ele. Quem sabe, mude de opinião.
Agora não me peças para ver outra vez o Infiel!!!

10:19 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Também não apreciei "Unfaithful".

1:23 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter