quinta-feira, março 29, 2007

"Inglorious Bastards"… Será desta?



Quentin Tarantino assegura (mais uma vez) que “Inglorious Bastards” será o seu próximo filme, revelando que irá terminar o argumento na estrada, enquanto divulga “Grindhouse”. O projecto, que vem sendo prometido por Tarantino há quase uma década, será um tributo ao filme homónimo de Enzo G. Castellari e a outros filmes do género, como “The Dirty Dozen” (Robert Aldrich). O filme irá seguir um grupo de soldados norte-americanos que tenta escapar de uma execução em plena Segunda Guerra Mundial, partindo numa ousada missão para ajudar os Aliados na luta contra os Nazis. Entretanto, surgiram mais boatos sobre o elenco, ligando novamente o nome de Stallone e conjecturando que todo o elenco principal será formado por grandes nomes da Sétima Arte. Mas por enquanto, Quentin Tarantino não avança com mais confirmações.

8 Comments:

Blogger brain-mixer said...

Stallone, Schwarzie, Bruce Willis e outros heróis de acção 'eighties' estavam prometidos há uns anos ;)

11:28 da manhã  
Blogger Daniel Pereira said...

Cheira-me que terá muito de "The Great Escape" também, filme que o senhor Tarantino adora.

2:19 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Edgar: Na altura, Tarantino revelou ser fã dos mesmos, mas desmentiu. Será estratégia teasing?

Daniel: Sim, virão aí muitas homenagens, como sempre. Mas será que um dia teremos Tarantino absolutamente original, sem este género de tributos geniais, nos quais imprime o seu cunho sui generis?

3:26 da tarde  
Blogger RPM said...

o segredo é a alma do negócio....

abraço, novamente

RPM

3:39 da tarde  
Blogger Paulo said...

Francisco, acho que um Tarantino sem homenagens não seria Tarantino, não concordas? A sua originalidade está mesmo na forma como transforma a cultura pop e lhe confere nova vida. E por mim, bem que pode continuar assim quanto tempo quiser, eheh.

Abraço!

5:08 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Rui: Sem dúvida.

Abraço!

Paulo: Eu adoro o seu Cinema e longe de mim o intento de apontar falhas na sua magistralidade. Mas que queres? Ao constatar tanto talento, fico com a curiosidade de verificar algo originalmente seu... sem as chamadas Homages.

Abraço!

5:47 da tarde  
Blogger Daniel Pereira said...

Acho que te percebo, Francisco. Por um lado, a forma como ele trabalha as homenagens é soberba, por outro, apetece pensar no que seria algo mais """original""".

6:27 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Ora lá está.

9:34 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter