terça-feira, janeiro 10, 2006

Where the Wild Things Are

A Warner Bros. apoderou-se do projecto que visa adaptar cinematograficamente o fabuloso clássico da literatura infantil, “Where the Wild Things Are” de Maurice Sendak. A liderar o projecto ficará nada mais, nada menos que Spike Jonze, o prodigioso cineasta autor dos formidáveis “Being John Malkovich” e “Adaptation.”, que já colaborou proficuamente com a primorosa cientista musical Björk e mais recentemente realizou um estupendo anúncio para a marca Adidas.

“Where the Wild Things Are” foi publicado em 1963 e aquando do seu lançamento, a temática que envolvia emoções obscuras era invulgar na literatura infantil, nomeadamente no formato ilustrado. O argumento do livro é baseado nas consequências do endiabrado comportamento de um jovem rapaz, utilizando o elemento fantástico. Certa noite, Max mascara-se no seu fato de lobo e comete diversas travessuras (desde perseguir o cão empunhando um garfo). Após um raspanete da sua mãe que o apelida de «coisa selvagem» (Wild Thing), o petiz responde-lhe indecorosamente e ela envia-o para o quarto sem direito a jantar. Aí, Max dá azo à sua imaginação e converte o seu quarto num extraordinário panorama, num mundo povoado por criaturas selvagens que o coroam como seu rei.

A criativa imaginação de Maurice Sendak (como escritor e artista) é humorada e ligeiramente assustadora, consoante a fantasia e a raiva de Max. O tema, o conflito emocional e as personagens, arrebatam a afeição de leitores dos mais variados escalões etários. Mas o que atiça a curiosidade relativamente à adaptação é a resposta à seguinte questão: como adaptar ao formato longa-metragem, um rico mas igualmente breve conto? Será que as linhas da portentosa imaginação de Jonze irão tecer alguma fiada peculiar na tapeçaria de Sendak?

9 Comments:

Blogger miguel said...

parece-me bem interessante. eu cá não vou perder este de vista. um abraço!

8:23 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Já somos dois.
Adoro literatura infantil e este representa um dos meus contactos iniciais com este fabuloso mundo. Com Spike Jonze a encabeçar o projecto, não poderia estar mais entusiasmado.

Abraço!

9:56 da tarde  
Blogger Mário Lopes said...

Hum...never heard :| mas vou estar atento :)!

Cumps.

S0LO
http://lordofthemovies.blog-city.com/

9:58 da tarde  
Blogger membio said...

humm parece ser interessante, e com um realizador de peso, parece-me ainda melhor, alguma ideia de datas de estreia?

10:26 da tarde  
Blogger brain-mixer said...

Ora pois claro que Jonze consegue... O Being J. Malkovich também daria para se contar numa só linha e vê o espectacular resultado final!

11:30 da manhã  
Blogger Francisco Mendes said...

Mário Lopes: Eu estou aqui para vos ir alertando... de vez em quando. ;)

Abraço!

membio: Ainda não existe data de estreia. Nem ideias... :\

Brain-Mixer: Exactamente! Confio plenamente em Jonze, apesar de Kaufman não estar incluído no projecto.

1:06 da tarde  
Blogger H. said...

ñ conhecia a história mas pelo que li aqui, estou curiosa de ver como o Jonze vai tratar o material...
mas coisas boas se aguardam! ;)

11:34 da manhã  
Blogger last_prophet said...

eu vi isso à pouquissimo tempo na dois

12:16 da tarde  
Blogger Francisco Mendes said...

Lost in Space: Coisas muito boas! :D

Last Prophet: Por acaso escapou-me esse visionamento na 2. Infelizmente...

12:58 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Site Meter